Projeto “Um para o outro”

Neste ano, os alunos do Ensino Fundamental I trabalharão com o Projeto “Um para o outro”, da produtora fonográfica e editora Música em Família, que tem como tema principal a família e o fortalecimento das relações humanas. Por meio da realização de atividades lúdicas e reflexivas, os alunos costurarão os laços com seus familiares.

Durante a apresentação do projeto, família e escola refletiram sobre a importância da convivência a partir da leitura da Fábula da Convivência.

Relembre os bons momentos.

 

Fábula da convivência

 

Durante uma era glacial muito remota, quando parte do globo terrestre estava coberta por camadas e camadas de gelo, muitos animais não resistiram ao frio intenso e morreram, indefesos, por não se adaptarem às condições do clima tão frio.

Foi então, que um grande grupo de porco-espinho, numa tentativa de se proteger e sobreviver, começou a se unir, a juntar-se mais e mais. Um porco-espinho ao lado do outro!

Assim, cada um podia sentir o calor do corpo do outro e, juntos, bem unidos agasalhavam-se mutuamente, aqueciam-se, enfrentando por mais tempo aquele inverno tenebroso.

Porém, vida ingrata, os espinhos de cada um começaram a ferir os
companheiros mais próximos, justamente aqueles que lhes forneciam mais
calor, aquele calor vital, questão de vida ou morte.

Afastaram-se feridos, magoados, sofridos. Dispersaram-se por não suportarem mais tempo os espinhos dos seus semelhantes. Doíam muito…

Mas, essa não foi a melhor solução. Afastados, separados, logo começaram a morrer congelados.

Os que não morreram voltaram a se aproximar, pouco a pouco, com jeito, com precaução, de tal forma que, unidos, cada qual conservou uma pequena distância do outro, mínima, mas o suficiente para conviver sem ferir o outro, para sobreviver sem magoar, sem causar danos recíprocos. Mas aquecer!

Assim suportaram-se, resistindo à longa era glacial e sobreviveram.

Todos nós temos “espinhos”, nossos erros podem ferir o próximo, nossa maneira de pensar pode não ser igual... mas, é a tolerância mútua que norteia a boa convivência.

Ser feliz e dar pequenos e muitos motivos para os nossos próximos sentirem-se felizes também... E, na convivência, percebermos que, as coisas mais simples da vida superam a dor do espinho do outro e, nela, encontramos o calor necessário para nossa espécie sobreviver.

 

Fonte: Disponível em:http://somostodosum.ig.com.br/blog-autoconhecimento/fabula-da-convivencia-1756.html

Projeto “Um para o outro”

Colégio Espírito Santo - 2020 - Todos os direitos reservados.
Rua Tuiuti, 1442 - Tatuapé - São Paulo - SP
Telefone: (11) 3389-1000