Alunos dos sextos anos aprimoram o conhecimento sobre a história espacial brasileira

No mês de outubro, os alunos dos 6ºs anos visitaram o Memorial Aeroespacial Brasileiro onde puderam conhecer um pouco da história espacial brasileira e também observar muita tecnologia utilizada atualmente. Construído em 2004, esse espaço mantém viva a memória das conquistas do DCTA - Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial e do ITA - Instituto Tecnológico de Aeronáutica. O acervo do Memorial está distribuído nos ambientes: Ensino, Aeronáutica, Defesa, Espacial e Pesquisas Associadas.

       No gramado, estavam expostos um caça AMX, uma aeronave Bandeirantes, um aeroplano e maquetes de foguetes. No galpão, alguns experimentos de Santos Dumont e o primeiro carro a álcool do Brasil: um Dodge Polara 1976.

       Os estudantes também visitaram o INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), puderam conhecer a tecnologia utilizada na produção de satélites artificiais e como esses instrumentos podem auxiliar a vida em sociedade. 

Muitos satélites brasileiros são frutos de parcerias do Brasil com a China, Argentina e Estados Unidos. Identificar essa parceria fez os alunos perceberem que, muitas vezes, é necessário compartilhar interesses e conhecimentos em prol de algo bem maior que interesses comerciais e políticos. Foi o que aconteceu com o SAC-D/Aquarius, satélite responsável por medir o nível de salinidade dos oceanos através de um radiômetro e escaterômetro, que passou por ensaios ambientais no Laboratório de Integração de Testes (LIT), localizado em São José dos Campos, em São Paulo, e foi lançado, em 2011, de Vandenberg, na Califórnia, Estados Unidos.

Alunos dos sextos anos aprimoram o conhecimento sobre a história espacial brasileira

Colégio Espírito Santo - 2020 - Todos os direitos reservados.
Rua Tuiuti, 1442 - Tatuapé - São Paulo - SP
Telefone: (11) 3389-1000