Reações de Oxirredução

A Química como disciplina obrigatória do currículo do Ensino Médio é, por muitos jovens, temida pelo seu conteúdo “abstrato”, além de exigir uma familiaridade com gráficos, fórmulas e cálculos. O grande desafio do educador é justamente o de desmistificar esse conceito pré-estabelecido utilizando artifícios para provar que esta ciência é recorrente nas atividades cotidianas.

O estudo das reações de oxirredução (REDOX) é um exemplo. Caso não seja trabalhado de forma harmoniosa, apresentando sua aplicabilidade, torna-se uma grande incógnita cheia de regras e teorias obscuras.

O conceito de oxido-redução surgiu devido à necessidade de se descrever as transformações que ocorrem nas reações que envolvem adição ou remoção de oxigênio à substância, perda ou ganho de hidrogênio ou quando a substância perde ou ganha elétrons. Como exemplos de reações de oxidação-redução temos a respiração celular, fermentação, “corrosão” de metais, estudo dos radicais livres, o funcionamento do etilômetro (bafômetro), ciclos biogeoquímicos e alguns processos na fabricação do alumínio.

Neste mês, os alunos do segundo ano do Ensino Médio foram introduzidos ao conceito de REDOX, porém, além das aulas teóricas expositivas, desenvolveram experimentos no Laboratório de Química. O experimento realizado utilizou o fio de cobre em solução de nitrato de prata. Uma camada cinza foi formada sobre o cobre e a solução, que inicialmente era incolor, ficou azul, como se pode ver nas fotos.

Reações de Oxirredução

Colégio Espírito Santo - 2020 - Todos os direitos reservados.
Rua Tuiuti, 1442 - Tatuapé - São Paulo - SP
Telefone: (11) 3389-1000