Nossa homenagem a todas as mulheres

Dia Internacional da Mulher

 

A história do povo brasileiro está marcada por mulheres negras, brancas, índias, mulatas, imigrantes, migrantes que, no passado ou no presente, fizeram e fazem toda a diferença.

As lutas pelo direito ao voto, ao salário igualitário, aos direitos trabalhistas foram se desenvolvendo ao longo do século XX e encontraram seu auge no movimento feminista, na década de 60. A partir de batalhas diárias e, muitas vezes, silenciosas ou traumáticas, a situação das mulheres aos poucos foi sendo transformada, mas ainda hoje muitas diferenças sociais existem e precisam ser eliminadas.

Não importa se ela é professora, médica, advogada, dentista, corretora, enfermeira, diretora ou dona de casa; se é camponesa, arquiteta, nutricionista ou empresária, motorista, diarista ou simplesmente mulher. Da mais prestigiada àquela marginalizada, mulheres que sofrem preconceito, que são hostilizadas, vítimas de violência, que são discriminadas. Mulheres exploradas, que sofrem caladas…

No Dia Internacional da Mulher, a nossa homenagem vai para todas aquelas que, com determinação e garra, enfrentam as adversidades diárias e lutam para ter uma vida digna e criarem os seus filhos com resiliência.

 

Mulher

 

Mulher

De rendas

De contas

De panelas

 

De mãos na massa

De mãos na cabeça

De mãos com amigas

De mãos enfrentando a vida

 

Mulher que estuda

Mulher que trabalha

Mulher que deseja

Mulher que estende seus braços para projetos

 

Mulher que planeja

Mulher que arca com consequências

Mulher que lida com problemas

Mulher que soluciona

 

                                Eliana Wissmann Alyanak

 

ALYANAK, Eliana Wissmann. Mulher. In: CAVALCCANTE, Joyce. O indiscutível talento das escritoras brasileiras. São Paulo: Scortecci, 2011. p.102.

 

Colégio Espírito Santo - 2019 - Todos os direitos reservados.
Rua Tuiuti, 1442 - Tatuapé - São Paulo - SP
Telefone: (11) 3389-1000