Sistema de Avaliação

“A aprendizagem não se dá na conquista. Ela se dá na luta.” 

A avaliação deve ser entendida como articuladora dos processos de ensinar  e  aprender  e  pensada  de  tal  modo  que  o  aluno  possa  participar com responsabilidade do processo de aprendizagem, ao tomar conhecimento do que ele já sabe, do que precisa aprender e do que ainda constitui uma dificuldade para ele. 

Na Rede de Educação das Missionárias Servas do Espírito Santo, o ano letivo está estruturado em TRÊS ETAPAS e o sistema de avaliação  tem  sua  distribuição  de  pontos  atendendo  às  diretrizes  específicas  do Ensino Fundamental I, II e Ensino Médio (Avaliação em Módulos).

“A  avaliação  será  constante,  contínua  e  cumulativa  e  terá  por objetivo  a  verificação  da  aprendizagem,  o  aproveitamento  e desenvolvimento do educando, a atenção das mudanças de seu comportamento e a verificação do rendimento escolar para fins de promoção.

A apuração da assiduidade constituirá também fator componente da avaliação”.  (LDB – No. 9394/96) 

A  avaliação  do  desempenho  tem  função  diagnóstica,  formativa  e somativa. Em sua totalidade, abrange os conteúdos e outros aspectos do desempenho do aluno, como atitudes, procedimentos e habilidades. 

Cabe à Equipe Pedagógica da Série acompanhar sistematicamente o  desenvolvimento  dos  alunos  em  sua  respectiva  série,  orientá-los  e  informar às famílias. 


Educação Infantil 

Na Educação Infantil a finalidade básica da avaliação é servir para intervir,  tomar  decisões  educativas,  observar  a  evolução  e  o  progresso  da criança e planejar situações, relações ou atividades na sala. 

A avaliação far-se-á mediante acompanhamento e registro do seu desenvolvimento,  sem  o  objetivo  de  promoção,  mesmo  para  o  acesso  ao Ensino Fundamental (LDBEN Nº 9394/96). 

No  segmento  da  Educação  Infantil,  a  avaliação  se  pauta  basica-mente pela observação, registro, reflexão sobre a ação e o pensamento das crianças,  de  suas  diferenças  culturais  e  de  evolução,  processo  esse  embasador do repensar do educador sobre o seu fazer pedagógico.  

Para que haja um acompanhamento efetivo do processo, há de se considerar a seguinte proposta: 

• Observação  da  criança  fundamentada  no  conhecimento  de  suas etapas de desenvolvimento; 
• Oportunidade  de  novos  desafios  com  base  na  observação  do  seu cotidiano; 
• Registro  das  manifestações  das  crianças  e  de  aspectos  significativos do seu desenvolvimento. 

Ao  final  de  cada  etapa  letiva  é  apresentada  uma  ficha  de  observação de desempenho de cada aluno nos aspectos do desenvolvimento social e  afetivo,  organização  e  compromisso  com  o  processo  de  aprendizagem, desenvolvimento  de  habilidades  e  competências:  Língua  Portuguesa  (Linguagem oral/escrita),  Matemática (raciocínio  lógico),  Conhecimentos Gerais (Ciências  da  Natureza,  Humanas  e  Sociais),  Linguagem  Gráfica,  Cênica  e Musical. 


Ensino Fundamental I, II e Ensino Médio

Em cada disciplina ou conteúdo será atribuído ao educando o total de 100 (cem) pontos, dos quais deverá obter no mínimo 60 (sessenta). 

O rendimento será aferido em 3 (três) etapas: 

1ª etapa: 30 pontos (com média de 18 pontos) 
2ª etapa: 35 pontos (com média de 21 pontos) 
3ª etapa: 35 pontos (com média de 21 pontos) 

Considerando a Verificação do Rendimento Escolar, a distribuição dos pontos em cada etapa atenderá aos seguintes critérios: 

Ensino Fundamental I (1º ao 5º Ano)

- AVALIAÇÕES
ETAPAS Intermediária Trimestral Diversificadas e Atitudinal Pontuação Máxima
1ª Etapa 8 Pontos 10 Pontos 12 Pontos 30 Pontos
2ª Etapa 10 Pontos 12 Pontos 13 Pontos 35 Pontos
3ª Etapa 10 Pontos 12 Pontos 13 Pontos 35 Pontos

 

Ensino Fundamental II (6º ao 9º Ano)

- AVALIAÇÕES
ETAPAS Intermediária Trimestral Simulado Diversificadas
e Atitudinal
Pontuação Máxima
1ª Etapa 8 Pontos 10 Pontos 6 Pontos 12 Pontos 30 Pontos
2ª Etapa 10 Pontos 12 Pontos 6 Pontos 13 Pontos 35 Pontos
3ª Etapa 10 Pontos 12 Pontos 6 Pontos 13 Pontos 35 Pontos

• No início do ano letivo todos os alunos participarão no horário escolar do período de Avaliações Diagnósticas (SAD). 
 
• As avaliações Intermediárias e Trimestrais do Ensino Fundamental I e II estão agendadas no calendário do Colégio e serão realizadas no horário das aulas.
 
 
Ensino Médio: Avaliações em Módulo
 
- AVALIAÇÕES
ETAPAS Módulo 1 Módulo 2 Simulado Diversificadas
e Atitudinal
Pontuação Máxima
1ª Etapa 8 Pontos 8 Pontos 8 Pontos 6 Pontos 30 Pontos
2ª Etapa 10 Pontos 10 Pontos 9 Pontos 6 Pontos 35 Pontos
3ª Etapa 10 Pontos 10 Pontos 9 Pontos 6 Pontos 35 Pontos

• No  início  do  ano  letivo  todos  os  alunos  realizarão  no  horário  escolar  um período de Avaliações Diagnósticas (SAD). 
 
• As disciplinas da Área Técnica também serão avaliadas através de módulos. 
OBS: As avaliações de Recuperação Paralela e 2ª chamada do Ensino Médio serão realizadas no horário da tarde. 
 
 
“... A opção por um trabalho dentro da área procura considerar as in-tersecções
que as linguagens estabelecem por sua natureza de articulação de
significados culturais e sociais e função comunicativa”. 
PCN – Ensino Médio
 
 
2ª Chamada
 
A  2ª  chamada  acontecerá,  ao  final  de  cada  etapa,  e  poderá  ser  requerida  e  concedida,  conforme  os  critérios  definidos  pelo  Regimento  Escolar, ao aluno que apresentar a solicitação, em até 48 horas, na Secretaria do      
Colégio, após a aplicação de cada prova prevista em calendário. Após este 
prazo, o aluno perde o direito à 2ª chamada, não cabendo mais reclamação 
e/ou contestação sobre o assunto. 

          Os motivos definidos em Regimento são: 
              • Atestado Médico; 
              • Apresentação militar; 
              • Luto familiar; 
              • Participação em jogos de Federação Esportiva; 
              • Outros motivos que serão avaliados e definidos pela Diretoria. 
            
          A 2ª chamada substituirá todas as provas que o aluno não pode fazer: 
              • Intermediária 
              • Trimestral 
              • Módulos 
              • Simulados 

A prova terá o valor proporcional ao valor da (s) prova (s) não realizada(s).  A  nota  obtida  na  2ª  chamada  valerá  para  mais  de  uma  prova  não realizada por motivo justo. 

O  conteúdo  da  prova  corresponde  ao  CONTEÚDO  TOTAL  da  ETAPA.  O  aluno  terá  mais  tempo  para  estudar,  rever  seus  conhecimentos  e demonstrá-los na avaliação em 2ª chamada.  

As  avaliações  de  2ª  chamada,  tanto  para  o  Ensino  Fundamental quanto  para  o Ensino Médio serão realizadas fora do horário  das  aulas,  ou seja, no contraturno. 

Será cobrada uma taxa para cada disciplina solicitada. 

O  aluno  que  perder  Avaliações  Diversificadas  deverá  apresentar justificativa  ao  professor  da  disciplina.  Nesse  caso,  a  nota  será  obtida  através da média aritmética das avaliações feitas. Caso não apresente a justificativa,  a  nota  será  calculada  através  da  média  aritmética  das  avaliações realizadas pela turma. Em ambos os casos, não haverá 2ª chamada.

A perda de avaliação, por motivos disciplinares, elimina a nova oportunidade. 

Cabe  à  Coordenação  Pedagógica  agendar  a  data  e  o  horário  das avaliações, comunicando previamente aos alunos. 


Recuperação Paralela

A Recuperação Paralela acontece ao final da 1ª e da 2ª etapa letiva. Na 1ª etapa letiva, o aluno que não atingir o mínimo de 18,0 (dezoito) pontos terá direito à Recuperação Paralela em até 3 (três) disciplinas no Ensino Fundamental I e em até 4 (quatro) disciplinas no Ensino Fundamental II e Ensino Médio.

Na Recuperação Paralela, o aluno fará uma avaliação no valor de 30 (trinta) pontos. Os pontos adquiridos nessa avaliação serão somados ao resultado da etapa e divididos por 2 (dois), prevalecendo a maior nota, podendo atingir, no máximo, a média da etapa: 60%(sessenta por cento), ou seja, 18,0 (dezoito) pontos.

Na 2ª etapa letiva, o aluno que não atingir o mínimo de 39 (trinta e nove) pontos, considerando a soma entre os pontos da 1ª e 2ª etapas, terá direto à Recuperação Paralela em até 3 (três) disciplinas no Ensino Fundamental I e em até 4 (quatro) disciplinas no Ensino Fundamental II e Ensino Médio. 

O aluno fará uma avaliação no valor de 65,0 (sessenta e cinco) pontos, correspondente à Recuperação das duas etapas, considerando que o conteúdo é cumulativo. Os pontos adquiridos nessa avaliação serão somados aos pontos obtidos nas 2 (duas) etapas e divididos por 2 (dois), prevalecendo a maior nota, atingindo no máximo 60% (sessenta por cento) da soma da pontuação total das duas etapas, ou seja, 39 (trinta e nave) pontos.


Recuperação da 3ª Etapa 

Ao final da 3ª etapa letiva, o aluno que não atingir o mínimo de 60 (sessenta) pontos, considerando a soma das 3 (três) etapas,  terá direito à Recuperação Final em até 3 (três) disciplinas no Ensino Fundamental I e em até 4 (quatro) disciplinas no Ensino Fundamental  II e Ensino Médio.

O aluno deverá ter atingir, no mínimo, 40 (quarenta) pontos no decorrer do ano letivo em cada disciplina. Se o aluno não atingir 40 pontos em uma disciplina, ficara retido.

Na Recuperação Final, o aluno fará uma avaliação no valor de 90 (noventa) pontos e uma atividade no valor de 10 (dez) pontos, considerando que o conteúdo é cumulativo de todo o ano letivo.

Os pontos adquiridos na Recuperação serão somados aos pontos adquiridos nas 3 (três) etapas e divididos por 2 (dois).

Para ser aprovado, o aluno deverá atingir 60% (sessenta por cento) da pontuação total anual, ou seja, 60 (sessenta) pontos.

Topo

 

Colégio Imaculado Coração de Maria - 2013 - Todos os direitos reservados
Rua Aristides Caire 141 - Méier - Rio de Janeiro - RJ | Tel. (21) 2281-5088