O tempo valioso da Primeira Infância

Diretora Educacional Clarice Aparecida Monreal P. Cavalcanti

 

Há tempos a educação da primeira infância era quase que exclusivamente responsabilidade das mães. As crianças brincavam com seus irmãos (as famílias eram numerosas) nos quintais de suas casas ou até mesmo na rua, naquele tempo era possível! Na convivência familiar, as crianças socializavam-se e desenvolviam habilidades importantes para a sua vida.

O cenário familiar mudou e as crianças passaram a frequentar a escola mais cedo para suprir os cuidados até então da família. Além das mudanças no cenário familiar, o setor econômico foi se desenvolvendo, tornando-se cada vez mais exigente e competitivo. A escola também sofreu mudanças, pois aumentaram as exigências em relação às crianças que, já na primeira infância, foram tomando contato com um currículo mais denso, com aulas de idiomas, esportes, uso de recursos tecnológicos...

Atualmente, conforme a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, que regulamenta a Educação Básica, a Educação Infantil, tem como finalidade o desenvolvimento integral da criança em seus aspectos físico, psicológico, intelectual e social, complementando a ação da família e da sociedade, e determina a obrigatoriedade da matrícula da criança na escola a partir dos quatro anos de idade.

Com essa obrigatoriedade, a Educação Básica passa a ter a duração de quatorze anos. De um lado, isso é positivo, pois a educação passa a ser reconhecida como um direito fundamental do cidadão. De outro lado, não podemos perder de vista a concepção de criança, que, na primeira infância, deve aprender através das brincadeiras e das interações com o meio e com as pessoas. Afinal, tudo tem o tempo certo!

Sabemos da importância da Educação Infantil, pois essa fase do desenvolvimento é o alicerce de aprendizagens futuras. Sendo assim, o Colégio Espírito Santo aprimora a cada ano o seu trabalho com as crianças, do Maternal ao Jardim II, a fim de proporcionar experiências significativas em que elas possam criar, construir e desconstruir, compartilhar, socializar, etc., sem deixar de lado aspectos específicos dessa fase do desenvolvimento.

Vamos nos preocupar sim com uma educação de qualidade para que o ser humano continue progredindo, para que possamos contribuir com a formação de excelentes profissionais, éticos, mas que sejam pessoas felizes, que contemplem o mundo e o nosso bem maior: a vida.

Colégio Espírito Santo - 2018 - Todos os direitos reservados.
Rua Tuiuti, 1442 - Tatuapé - São Paulo - SP
Telefone: (11) 3389-1000