Vestibular

ENEM - 2016

 

Inscrições Enem 2016 começam em maio! O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, anunciou na manhã desta quinta-feira (14) a data oficial do período de inscrição do Enem 2016 – Exame Nacional do Ensino Médio. Os registros deverão ser realizados entre as 10h do dia 09 de maio até as 23h59min do dia 20 do mesmo mês, levando em conta o horário oficial de Brasília/DF.

O Ministério da Educação (MEC) também oficializou a data das provas do Enem 2016. Neste ano, os dias 05 (sábado) e 06 (domingo) de novembro foram os escolhidos pela organização. Assim, resta um pouco mais de seis meses para a aplicação do Exame.

Os estudantes interessados em fazer inscrição do Enem 2016 precisam ficar atentos a três fatores importantíssimos que, se não forem cumpridos à risca, podem invalidar o registro: data, taxa de inscrição e preenchimento correto das informações (exclusivamente no site oficial).

Como se inscrever para o Enem 2016?

O único meio disponível oficialmente para a realização das inscrições do Enem 2016 é o portal do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), disponível no endereço eletrônico http://enem.inep.gov.br/. O Inep é uma autarquia do MEC responsável por organizar o Exame brasileiro.

Inscrições Enem 2016 começam no dia 9 de maio

No primeiro acesso ao site, o candidato precisa ter em mãos os números do CPF (Cadastro de Pessoa Física) e RG (Registro Geral – carteira de identidade). Além disso, também precisam ser cadastrados um endereço de e-mail válido e um número de celular, que serão os meios de comunicação entre a organização e o participante.

Durante o registro, também é preciso indicar a opção de língua estrangeira (inglês ou espanhol) para as cinco questões que serão exigidas nas provas. Além disso, o estudante precisa escolher o município de seu local de prova do Enem 2016. Espera-se que aproximadamente 2.000 municípios de todos os estados do país sejam selecionados como sede do Exame.

Os estudantes que vão fazer as provas com o objetivo de obter o certificado de conclusão do ensino médio Enem 2016, precisam indicar tal pretensão durante a inscrição. Candidatos com necessidade de atendimento diferenciado (deficientes, sabatistas, lactantes, gestantes, etc.) também precisam informar a precisão.

Taxa de inscrição do Enem 2016 tem novo valor! Veja como pedir isenção do pagamento?

O valor da taxa de inscrição do Enem 2016 foi ajustado para R$ 68,00. Na edição do ano passado, o valor era cinco reais mais em conta. Contudo, alguns estudantes são automaticamente isentos do pagamento e outros ainda podem pedir isenção.

Os alunos que estão concluindo o ensino médio em escolas da rede pública não precisam se preocupar com o valor atribuído para a participação, pois recebem isenção automática. Por sua vez, membros de famílias de baixa renda podem pedir isenção no Enem 2016, preenchendo um formulário socioeconômico de declaração de carência.

Para declarar carência no Enem 2016 é necessário acessar a página oficial do Inep, exclusivamente dentro do período de inscrição, e fazer um fiel preenchimento do formulário. Os candidatos são os únicos responsáveis pela veracidade das informações e estão sujeitos à investigação sob pena de cancelamento do registro.

Aqueles que não forem isentos do valor deverão imprimir o boleto do Enem 2016, conhecido como GRU (Guia de Recolhimento da União), na própria página de inscrição. O pagamento da taxa deverá ser efetuado até o dia 25 de maio, quarta-feira, em qualquer agência do Banco do Brasil, Correios ou casa lotérica. Quem não liquidar o valor dentro do prazo determinado perderá o direito de fazer as provas.

Cartão de confirmação de inscrição do Enem 2016

O cartão de inscrição do Enem 2016 será gerado e disponibilizado a todos que se registraram corretamente, obedecendo às regras impostas pela organização. O Inep divulgará o documento em sua página oficial e nele constarão importantes informações, como: dados pessoais, data, horário e local de prova, número de inscrição, opção de língua estrangeira, necessidade de atendimento diferenciado (se for o caso) e pretensão de certificação do ensino médio (se for o caso).

Apesar de rico em informações, a apresentação do documento não é obrigatória nos dias de prova. A única exigência nesse sentido é em relação à apresentação de documento de identificação oficial e com foto: carteira de identidade, carteira de motorista, carteira de trabalho, passaporte, etc.

Os portões dos locais de prova serão abertos ao meio-dia e fechados às 13h. No sábado (05), as questões de Ciências da Natureza e Ciências Humanas serão aplicadas das 13h30min às 18h. No domingo (06), serão aplicadas as provas de Linguagens, Matemática e redação do Enem 2016, das 13h30min às 19h.

Fonte:http://www.enem2015.net.br/

10 dicas para estudar para o Enem 2016

                                                                          

Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) é uma das provas mais aguardadas pelos estudantes do país, com a proximidade das inscrições os candidatos devem elaborar um bom plano de estudos para garantir o bom rendimento nas provas do Enem.

Com um plano de estudos elaborado e um bom material de estudos, o candidato tem excelentes chances de ter uma boa nota no Enem 2016, e ter uma boa nota nas provas de Linguagens, códigos e suas tecnologias, Matemática e suas tecnologias, Ciências da Natureza e suas tecnologias, Ciências Humanas e suas tecnologias e também na prova de redação.

Confira as 10 dicas para estudar para o ENEM 2016, e garanta uma boa nota no Enem 2016.

10 dicas de estudo Enem 2016

1ª. Faça um plano de estudos: Um plano de estudos é de grande importância para os candidatos que prestam as provas do Enem 2016, pois como o exame é bem extenso, e visa testar o conhecimento apreendido durante todo o ensino médio, tendo assim a necessidade do aluno elaborar seu plano de estudo, para saber exatamente quais serão as matérias, o conteúdo e o tempo para cada conteúdo de estudo.

2ª. Escolha um bom material de estudos: Os candidatos que priorizam um bom material de estudos, se saem melhor em qualquer prova, como o Enem 2016 é um exame com questões bem especificas é uma boa decisão escolher material especifico para o Enem 2016, dessa forma o estudante se familiariza com as questões cobradas no Enem 2016, e tem seu estudo mais bem direcionado.

3ª. Tenha um bom ambiente de estudos: A escolha de um bom ambiente pode garantir ao candidato um melhor tempo de estudo e melhor aproveitamento, que deve escolher um ambiente calmo, organizado, com boa iluminação e ventilação, dessa forma sua aprendizagem será feita de forma mais rápida e tranquila.

4ª. Diversifique matérias: Estudar por muito tempo uma mesma matéria pode sobrecarregar o estudante que após algumas horas de estudo sobre o mesmo conteúdo não tem um bom aproveitamento, o melhor é após no máximo 2 horas no mesmo assunto mudar o conteúdo estudado.

5ª. Priorize as matérias mais difíceis: O ideal é que no começo do plano de estudos o candidato priorize as matérias que tem mais dificuldade, e após ganhar mais conhecimento na matéria, se dedicar também as matérias que tem mais afinidade.

6ª. Faça pausas: Fazer pausar de alguns minutos após 1 hora de estudos pode ajudar ao estudante a descansar o cérebro e facilitar e reter o conhecimento, pois após algum tempo de estudo o rendimento do aprendizado decai, com a pausa de poucos minutos o estudante volta mais focado e descansado.

7ª. Faça resumos do conteúdo estudado: Fazer resumos pode ser de grande importância no momento do estudo, o candidato que se dedica algum tempo para escrever resumos ganha tempo de estudos, pois é importante para a retenção do conhecimento a revisão periódica do que foi estudado, sendo o resumo uma forma concisa para esse fim.

8ª. Leitura: O candidato ao Enem 2016 deve priorizar a leitura, sendo a prova do Enem bem conhecida por ser extensa e possuir bastante texto, o candidato que tem o costume de ler garante com esse habito uma melhor preparação para as provas do Enem 2016, além de ganhar vocabulário que será de grande ajuda na prova de redação.

9ª. Tenha um grupo de estudos: Estudar sozinho é o ideal, porém muitas das vezes o estudante pode ter duvidas sobre determinado conteúdo, e ter um grupo de estudos para tirar suas dúvidas sobre determinado conteúdo pode ser excelente para seu estudo.

10ª. Seja saudável: Praticar uma atividade física, ter uma boa alimentação e estar sempre bem hidratado com bastante água pode ajudar muito durante esse período longo de  estudo, o candidato deve ter  hábitos saudáveis para garantir uma boa disposição e saúde para enfrentar esse período.

Fonte: http://enem2016.biz/10-dicas-para-estudar-para-o-enem/

Inscrição SiSU 2017

Inscrição SiSU 2017, está disponível para candidatos que desejam participar do processo seletivo para concorrer a vagas em cursos de instituições públicas de ensino superior em todo o país.

Um dos requisitos mais importantes para participar do Sistema de Seleção Unificado (SiSU), é ter participado do ENEM 2016, e candidatos que não participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), no ano de 2016, não podem participar do SiSU 2017. O programa Sistema de Seleção Unificado (SiSU), é administrado pelo Ministério da Educação (MEC), sendo oferecidas vagas em cursos presenciais de nível superior em universidades públicas.

Os candidatos que realizaram as provas do Enem 2016, tem uma excelente oportunidade de ingressar em um curso de nível superior com o SiSU 2017.

Como fazer a inscrição no SiSU 2017

Para os candidatos que participaram do Enem 2016, e que deseja, concorrer a vagas em cursos oferecidos pelo SiSU 2017, devem no período determinado para inscrição, acessar ao site do próprio programa SiSU, sendo o seu endereço eletrônico: http://sisu.mec.gov.br/

O candidato deve acessar ao site do SiSU, e selecionar a opção de fazer a inscrição, após isso o sistema solicita que o candidato digite seu login e senha de acesso no Enem 2016, dessa forma o candidato consegue acessar a opções dos diversos cursos oferecidos pelo SiSU 2017.

Durante a inscrição no SiSU 2017, o sistema permite que o candidato faça a escolha por curso, cidade, e instituição que deseja estudar, com isso são disponibilizados milhares de cursos para o candidato possa se inscrever.

O candidato pode escolher 2 opções para cursar, sendo a primeira opção, e a segunda opção, caso não seja selecionado no curso de primeira opção, ainda terá chance de ser selecionado na segunda.

O candidato que vai fazer a sua inscrição não necessita pagar nenhuma taxa de inscrição no SiSU 2017, sendo a inscrição totalmente gratuita para qualquer candidato participante.

A nota de corte no curso de escolha do candidato será divulgada no próprio site do SiSU 2017, sendo divulgado no segundo dia das inscrições, dessa forma o candidato saberá se sua nota está acima ou abaixo da nota de corte para aquele curso, e caso analise que não possui nota para concorrer ao curso, pode fazer a alteração, fazer uma nova escolha, devendo fazer essa alteração até o último dia de inscrição.

As vagas são oferecidas em 4 modalidades, sendo de ampla concorrência, escola pública com renda familiar bruta inferior a 1,5 salário por membro familiar, e escola pública com renda familiar bruta superior a 1,5 salário por membro familiar, e também vagas destinadas a candidatos negros, pardos e índios, de acordo com a Lei nº 12.711 (Lei de Cotas).

Ainda os candidatos que não forem chamados na primeira ou na segunda opção de curso, podem no prazo determinado fazer a solicitação para participar da Lista de espera do SiSU 2017, com isso caso sobre vagas no curso de primeira opção do candidato, pode ser convocado para matricula pela instituição de ensino que oferece o curso selecionado pelo candidato. O candidato da lista de espera deve após a data divulgada para convocação desses candidatos entrar em contato com a instituição de ensino e verificar se está entre os candidatos convocados pela lista de espera.

Saiba quais são os requisitos para a Inscrição SiSU 2017

O candidato ao SiSU 2017, deve ter prestado as provas do Enem 2016, e que não tenham tido sua nota de redação zerada no exame, porém a algumas instituições de ensino participantes do SiSU 2017, que exigem nota mínima em redação para poder realizar a inscrição, ficando o candidato responsável por verificar essa informação no momento de sua inscrição no próprio site do SiSU 2017, em que o próprio sistema informa ao candidato no momento da inscrição se ele não tiver a nota mínima solicitada para inscrição no determinado curso.

Fonte: http://enem2016.biz/inscricao-sisu-2017/

10 dicas para passar no vestibular

Passar no vestibular é uma tarefa difícil e trabalhosa. Mas, com tranquilidade e uma boa base de estudos esse desafio pode se tornar mais fácil. Essas são as principais indicações que João Paulo Rocha Almeida, primeiro colocado no curso de medicina da USP em 2008, e Leandro Tessler, professor de Física e ex-coordenador do vestibular da Unicamp, deram aos estudantes.

O professor diz, ainda, que o pior erro de um estudante, a essa altura do ano, já no fim de agosto, é exagerar. "Não adianta querer estudar 20 horas por dia. Não dá tempo de aprender muito mais e, o que era para ser uma estratégia, pode até atrapalhar porque abala o lado psicológico". 

João acrescenta que é melhor focar no conteúdo mais fácil. "Tentar aprender o que não sabe vai deixar o candidato desesperado e ansioso. É melhor sedimentar o conhecimento que já foi adquirido", aconselha.

Tessler conta que, no caso específico da Unicamp, os vestibulandos não precisam se preocupar em decorar fórmulas, mas em estudar e estar antenado com o mundo. "Não precisa saber a tabela periódica de cor. Eu sou físico, trabalho com isso, e não sei. Nosso vestibular não vai te cobrar isso", diz. 

Ele pode não saber de cor, mas anda sempre com uma a mão. O professor mostrou à plateia uma versão pequena da tabela periódica, que ele carrega na carteira.


10 DICAS PARA VOCÊ SE DAR BEM NO VESTIBULAR:

- Começar a prova pelas matérias que você sabe. 

- Desenvolver um esquema de estudo que tenha a ver com você, lendo, fazendo resumos, resolvendo exercícios, assim se consegue ter uma alta qualidade de estudo.

- Uma prova bem feita exige, além de conhecimento, um bom preparo psicológico, para não ficar nervoso na hora da prova e acabar tendo o temido "branco".

- Reproduzir a matéria com as próprias palavras é uma boa forma de fixar e aprender.

- Não faltar em nenhuma aula e sempre fazer os exercícios propostos.

- Conseguir ter uma leitura crítica.

- Aproveitar todas as fontes de informação que nos cercam, como jornais, revistas e blogs, e sempre se manter atualizado. 

- Entender que o vestibular não é o fim do mundo e que ele é igual para todos.

- Saber que pode mudar de curso é fundamental para não encarar o vestibular como um bicho de sete cabeças.

- Ter em mente que alguma educação é melhor que nenhuma: sempre tenha um plano B.

Fonte:http://guiadoestudante.abril.com.br/feira-do-estudante/10-dicas-passar-vestibular-493683.shtml
 

Stella Matutina - 2008 - Todos os direitos reservados
Av. Presidente Itamar Franco, 905 - Centro - Juiz de Fora - Minas Gerais | Tel. (32) 3215-1035